Inicio Local | Hotéis | Programa | Oradores | Conclusões | Inscrições | Notícias | Clipping | Organização | Galeria | Contactos

PROGRAMA

QUINTA-FEIRA, DIA 6 DE FEVEREIRO

Local: Universidade do Algarve, Campus de Gambelas – Grande Auditório

8h30 | Abertura do Secretariado

9h30 | Sessão de abertura

              António Marques Vidal – Presidente da Direcção da APECATE
              Carlos Baía – Vereador da Câmara Municipal de Faro (em representação do Presidente da Câmara)
              Rita Marques – Secretária de Estado do Turismo
              Saúl de Jesus – Vice-Reitor da Universidade do Algarve (em representação do Reitor da Universidade)

10h30 |TURISMO E DEMOCRACIA – REFLEXÕES

Orador:

               António Sampaio da Nóvoa, Embaixador de Portugal na UNESCO

11h15 | Coffee Break

11h30 | PAINEL 1. TURISMO E DEMOCRACIA – AGENDA 2020/2025
O sector do Turismo continua a ser constrangido por alguns problemas de fundo: intervenção directa de dez tutelas, uma descentralização de competências mal preparada, elevada burocracia, criação de legislação sem a participação efectiva dos representantes do sector, falta de transparência em algumas decisões, entre muitos outros. A busca conjunta de soluções para estes problemas, assente na necessária articulação entre os princípios da democracia e as necessidades de estruturação e desenvolvimento do sector, será o tema central do debate entre os dirigentes das principais associações sectoriais.

Mesa Redonda:

              Ana Jacinto – AHRESP (Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal)
              António Marques Vidal – APECATE (Associação Portuguesa de Empresas de Congressos, Animação Turística e Eventos)
              Eduardo Miranda – ALEP (Associação do Alojamento Local em Portugal)
              Pedro Costa Ferreira – APAVT (Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo)
              Raúl Martins – AHP (Associação da Hotelaria de Portugal)

Moderador:

               Francisco Sá Nogueira – APECATE

13h00 | Almoço

14h30 | PAINEL 2. DIGITAL – DEPENDÊNCIA VERSUS OPORTUNIDADE
Que opções estratégicas para reduzir a dependência e aumentar a oportunidade do digital? Numa era em que o digital e a venda no destino emissor são cada vez mais oportunidades, como explorar e compreender melhor que estratégias usar para potenciar clientes através do digital? Como capitalizar a própria marca, reduzindo a natural dependência existente dos canais de distribuição e reserva on-line?

Oradores:

              Euclides Major – Ozzy Ventures
              Rui Brás – Digital Group

Moderador:

               João Mendes – APECATE

16h00 | Coffee Break

16h30 | PAINEL 3. PROMOÇÃO DE DESTINO – EVENTOS E ANIMAÇÃO TURÍSTICA COMO FACTORES DE QUALIFICAÇÃO E DIFERENCIAÇÃO
É um facto que os Eventos e a Animação Turística promovem destinos. Partindo de uma análise de casos e tendo como objectivo fundamental um debate em torno da consolidação do sector turístico em Portugal, este painel vai abordar de que forma podem desenvolver-se as sinergias entre os empresários e o destino e quais são os factores mais relevantes para a sua qualificação e diferenciação.

Oradores:

              Álvaro Covões – Everything Is New
              Anabela Afonso – Programa Cultural 365 Algarve
              Jorge Teixeira – RUNPORTO
              Maria João Fonseca – Vertigem Azul

Moderadora:

               Cláudia Caetano – APECATE

20h00 | Jantar

SEXTA-FEIRA, DIA 7 DE FEVEREIRO

Local: Escola de Hotelaria e Turismo do Algarve – Auditório

9h30 | PAINEL 4. FISCALIDADE – AS AGRURAS DO EMPRESÁRIO
Sendo uma constante na ordem do dia do empresário, as áreas da fiscalidade e do regime laboral são temas tão actuais como importantes para qualquer negócio. Para complicar, existem inúmeras variantes na sua aplicação, provenientes das muitas particularidades próprias dos congressos, dos eventos e da animação turística. Este painel vai abordar estas questões práticas e colocá-las para debate e esclarecimento.

Oradores:

              Carlos Montemor – ACT (Autoridade para as Condições do Trabalho)
              Tânia de Almeida Ferreira – CCA Law Firm

Moderador:

               Amílcar Nunes – Ernst & Young

11h00 | Coffee Break

11h30 | PAINEL 5. SUSTENTABILIDADE – BOAS PRÁTICAS
As preocupações com a sustentabilidade da actividade turística não são novas. A Carta do Turismo Sustentável da OMT data de 1995 e, em Dezembro de 2013, 17 associações nacionais do sector turístico, entre as quais a APECATE, aderiram ao Código Mundial de Ética do Turismo da OMT. O que é novo é o caracter de urgência de que se reveste a solução para os problemas que temos que enfrentar e, também, a importância de combater algumas visões, que a Associação considera pouco credíveis e simplistas, que assentam na identificação do conceito de overtourism com o tão falado “turismo a mais”. Nesta ordem de ideias, este painel vai centrar-se em três temas essenciais: como prevenir o que é, de facto, o overtourism, com políticas de gestão dos fluxos turísticos e boas práticas empresariais; que relações devem ser estabelecidas entre os objectivos da sustentabilidade e as políticas de promoção dos destinos; qual o valor de mercado, hoje, das certificações ambientais.

Oradores:

              John-Paul Eatock – NCC (National Coasteering Charter)
              Leonor Picão – Turismo de Portugal
              Milena Nikolova – ATTA (Adventure Travel Trade Association)
              Paulo Gomes – SGS Portugal

  Moderadora:

               Olga Romão – GEOTA (Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente)

13h00 | Almoço

14h30 | PAINEL 6. SESSÕES TEMÁTICAS

Secção de Congressos e Eventos
Eventos – um sector em autogestão ou a urgência de uma estratégia sectorial
Sem um processo de registo e um CAE específico, o sector dos eventos existe e tem crescido fruto da acção individual dos empresários e empurrado pelo estado da economia e da credibilidade de Portugal e do Turismo nacional. No entanto, as confusões sobre o que é realmente o sector dos eventos continuam a ser muitas. A noção de evento permanece ambígua, assim como são inexistentes dados quantificados que permitam avaliar a importância do sector. Desconhecemos também quais as empresas e indivíduos estrangeiros que neste momento operam no mercado nacional. Será urgente uma estratégia para o sector? A APECATE há muito que coloca esta questão, primeiro com a proposta da criação de um Registo Nacional, depois com a tentativa de elaboração de um estudo nacional. Ambas falharam até ao momento. Porquê? Será mais conveniente ou mais fácil deixar assim, em autogestão? Será este sector a “barriga de aluguer” de outros sectores? Estas são algumas das questões a abordar neste painel.

Oradores:

              Maarten Schram – LiveComAlliance
              Sónia Brochado – APECATE

  Moderador:

               Rui Costa – Universidade de Aveiro

Secção de Animação Turística
Ordenamento e delegação de competências – A realidade do Algarve

Que princípios devem nortear as políticas de ordenamento da actividade turística no país e numa região como o Algarve? De que forma está a ser feita a delegação de competências prevista na Lei da Descentralização? Que consequências para as empresas de animação turística e, em particular, para os operadores marítimo-turísticos? Numa sessão que se pretende prática e geradora de soluções, espera-se um debate fecundo entre empresários e responsáveis locais.

Mesa Redonda:

              Carlos Baía – Vereador da Câmara Municipal de Faro
              Fernando Rocha Pacheco – Polícia Marítima do Sul
              José Saleiro – Vertente Natural
              Rogério Neto – Vereador da Câmara Municipal de Albufeira

  Moderador:

               Rui Palma – Palmayachts

16h00 | Coffee Break

16h30 | PAINEL 7. UM OUTRO OLHAR
Neste painel de encerramento do Congresso, teremos connosco, uma vez mais, um conjunto de pessoas que trabalham fora do sector e que, graças ao seu olhar exterior, podem trazer contributos valiosos para a reflexão dos profissionais. Após dois dias de análise e debate sobre questões sectoriais, é este o momento certo para, com o apoio de outros olhares, dimensionar e contextualizar a nossa realidade.

Oradores:

              Erik Seedhouse – Embry-Riddle Aeronautical University
              João Correia – Flying Sharks
              João Carlos Currito – Carob World

  Moderadora:

               Ana Fernandes – APECATE

18h00 | Sessão de Encerramento

              António Marques Vidal – Presidente da Direcção da APECATE
              João Fernandes – Presidente da Entidade Regional de Turismo do Algarve
              Rogério Bacalhau Coelho – Presidente da Câmara Municipal de Faro
              Luís Araújo – Presidente do Turismo de Portugal

20h00 | Jantar Livre

SÁBADO, DIA 8 DE FEVEREIRO

10h00 – 13h00 | 2 Passeios de Barco pela Ria Formosa *

10h30 – 12h30 | Visita Orientada ao Centro Histórico e Museu Municipal **

14h00 – 15h00 ou 15h00 – 16h00 | 2 Sessões de Canoagem ***

* Mínimo de participantes: 5 (dependente das condições meteorológicas)

** Mínimo de participantes: 6 (dependente das condições meteorológicas)

*** Mínimo de participantes em cada sessão: 5 (dependente das condições meteorológicas)