Oradores

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Painel 2 – Sessão II

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_empty_space][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/4″][vc_single_image image=”8856″ img_size=”full” alignment=”center”][vc_column_text]

João Sousa Rego
Parques de Sintra
Monte da Lua, S.A.

[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”3/4″][vc_column_text]

Atualmente trabalha nos Parques de Sintra – Monte da Lua, desempenhando funções de Coordenador do Gabinete de Projeto – Plano de Salvaguarda do Palácio Nacional de Queluz. Através de protocolo com os municípios de Sintra, Oeiras, Amadora e a Parques de Sintra, desenvolveu-se o Projeto Eixo Verde e Azul que compreende 3 grandes eixos:

  • Requalificação do rio Jamor e seus afluentes criando um percurso pedonal e clicável desde a Serra da Carregueira até à foz do rio Tejo.
  • Reabilitação do terreiro do Palácio de Queluz
  • Constituição de um parque florestal que una as diferentes quintas e espaços verdes em torno do Palácio

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Adjunto do Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, entre 2011 a 2015 para as áreas do ordenamento do território, do urbanismo e da habitação. Integrou as equipas de preparação das alterações legislativas nas temáticas do ordenamento do território, urbanismo e da habitação, destacando-se o novo modelo de planeamento territorial e uso do solo, as alterações ao licenciamento e a legislação relativa ao arrendamento habitacional. Durante este período, assegurou, também, a monitorização e conclusão das negociações no âmbito do Memorando de Entendimento.

Anteriormente, desempenhou funções de Diretor no Departamento de Reabilitação e Novos projetos Urbanos, na Empresa Pública de Urbanização de Lisboa (EPUL). Tendo sido responsável pelo Programa “Lisboa a Cores” e estudos urbanísticos para propostas de reconversão de núcleos históricos da cidade de Lisboa. Teve, ainda, funções na área do planeamento urbano, na reabilitação do edificado existente e na análise de viabilidade económica de empreendimentos para comercialização e arrendamento.

Durante 6 anos foi ainda presidente da associação particular de solidariedade social CISV Portugal, associação nacional enquadrada em organização internacional, presente em 72 países, que promove a educação de jovens para a paz através da interculturalidade. Sendo, atualmente, Presidente do Conselho Fiscal da mesma associação.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]